quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

FARISEU?!


 “Ele lhes disse: ‘Vocês são os que se justificam a si mesmos aos olhos dos homens, mas Deus conhece o coração de vocês. Aquilo que tem muito valor entre os homens é detestável aos olhos de Deus’”. Lc 16:15

O ser humano tem uma necessidade enorme de ser aceito e percebido pelos outros. E para que isso seja possível vale tudo, inclusive parecer ser algo ou alguém que, na verdade, não é.
Antes, o ter conseguia substituir o ser. O cara mal-educado dava uma gorjeta alta para conquistar o respeito do garçom. Hoje, como as pessoas não conseguem nem ser nem ter, o objetivo de vida se tornou parecer. As pessoas parecem que sabem, parece que fazem, parece que acreditam. Nem tudo é realmente o que parece ser! A tirania das aparências determina o que é aceito, o que é bonito, e quem é bem sucedido em nossa sociedade. Mas como poucos conseguem atingir os padrões de aparência desta sociedade, tem muita gente infeliz que vive escravizada por esta ditadura, como a menina que sonha ser a Gisele Bündchen, mas está lutando contra a anorexia; o executivo querendo ser o Roberto Justo, mas que abriu mão da ética para chegar lá; a atriz que chega ao topo não por causa de sua competência, mas por causa da sua beleza estética e a intimidade que tem com o diretor; ou ainda o atleta querendo ser campeão, mas que se vale de uma força que não é sua e sim das drogas que o ajudam a chegar à frente.
Eu não estou incentivando você a romper com a sociedade custe o que custar. Vivemos em uma comunidade e devemos respeitar algumas regras básicas de conduta e convivência. Entretanto, não podemos nos tornar escravos da ditadura das aparências. Não é aquilo que temos ou aparentamos que reflete quem somos, mas aquilo em que acreditamos. São nossos valores (caráter) que nos fazem pessoas admiráveis, principalmente, por Deus. O Senhor quer se relacionar conosco e não com aquilo que aparentamos ser. Ele nos vê sem maquiagem e sem interpretações de personagens. Não adianta nada interpretar, não podemos enganar a Deus.

Na história bíblica de Israel podemos perceber bem isso. Quando Deus enviou o profeta Samuel ungir um Rei dentre os filhos de Jessé, o profeta se surpreendeu quando percebeu que Deus não havia escolhido nem o mais alto, nem o mais forte, e nem o mais bonito!

(1 SAMUEL 16:7):
O SENHOR, contudo, disse a Samuel: ‘Não considere sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O SENHOR não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o SENHOR vê o coração’.

A sociedade valoriza a beleza exterior, mas JESUS vê o coração das pessoas. O ser humano valoriza os fortes, mas JESUS acolhe o cansado e sobrecarregado.

2 comentários:

Alexandre Pitante disse...

Paz do senhor, muito boa a matéria e otimo blog, estou seguindo seu blog.

Visite meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Um abraço, Alexandre Pitante.

Guto e Josi disse...

Adorei o seu blog! Que Deus o abençoe!
Guto e Josi

Postar um comentário

A CRUZ É NOSSA! © 2008 Template by:
SkinCorner